Conecte-se Conosco

Policial

Tentativa de roubo de carga termina com dois baleados e dois presos na Washington Luiz nesta manhã

Os tais criminosos teriam envolvimento com quadrilha que planejava ação contra centro de distribuição de cargas

Publicado

em

Vídeo enviado por WhatsApp

Uma força-tarefa da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) em conjunto com a Polícia Federal (PRF) impediram um roubo de carga nesta manhã de segunda-feira (14). O fato ocorreu por volta das 10h na Rodovia Washington Luiz próximo a Duque de Caxias.

Segundo informações da PRF houve troca de tiros e dois suspeitos que estavam em uma van que seria utilizada no roubo foram baleados. Um deles veio à óbito, o outro socorrido e será encaminhado à prisão. Dois outros suspeitos que estavam em uma moto indicando qual caminhão seria o alvo, foram detidos.

A ação policial contou com um helicóptero da PRF que pousou na pista. A rodovia precisou ser interditada naquela direção por cerca de 17 minutos, e após este período foi liberada.

Foto: Divulgação PRF

“Além desta ação, outros dois integrantes da mesma quadrilha foram presos na Via Dutra. Eles estavam olhando caminhões para passar informações. Esta força-tarefa da Polícia Civil é muito importante, pois vem reprimindo e investigando uma das principais quadrilhas de roubo de cargas e a estabelecimentos comerciais, que já causou homicídios e, às vezes, atua com 30 integrantes”, explicou o delegado titular da DRFC Vinícius Domingos.

O delegado informou ainda que uma quadrilha do Parque União e do Complexo da Penha planejavam roubar um centro de distribuição de cargas e estes elementos teriam ligação com a tal quadrilha.

 

Atualizações

Um elemento veio à óbito e o outro ficou ferido no confronto com os policiais. Este segundo baleado foi socorrido e logo após atendimento foi preso e conduzido. Segundo informações, a van utilizada pelos elementos teria sido identificada pelos agentes, e em seguida, abordada, dando início a troca de tiros. Ainda sobre a van, o veículo teria sido roubada no dia 24 de novembro.

Os outros dois elementos foram presos na Rodovia Presidente Dutra enquanto acompanhavam um caminhão e estavam em uma moto. Com eles foram encontrados equipamentos para desbloqueio de caminhões e ferramentas.

Também segundo informações, os criminosos presos nesta ação também são investigados pela morte do PM Paulo Roberto dos Santos Ferreira Junior ocorrida no domingo de segundo turno das eleições municipais, onde ele e seu companheiro de farda foram atingidos ao abordarem um veículo suspeito de roubo de carga. Paulo Roberto chegou a ser levado para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, mas não resistiu ao ferimento. O outro agente também foi atingido no braço.

Parabéns aos agentes envolvidos em toda ação.

 


Apoio Cultural:

1325

Policial

Militares encontram e fecham carvoaria clandestina em Xerém

Publicado

em

Fotos: Divulgação CPAm

Na tarde desta quinta-feira (1), equipes do Comando de Polícia Ambiental (CPAm) localizaram uma carvoaria clandestina que funcionava nas imediações de um local conhecido como “Cantinho da Jack”, que fica em Xerém, em Duque de Caxias.

Informações dão conta de que a fábrica era dotada de 5 fornos onde era produzido todo o carvão. Os tais fornos foram destruídos. Na oportunidade os agentes apreenderam cerca de 260 sacos fechados de carvão que estavam prontos para a comercialização e aguardavam somente pelo transporte.

Segundo os policiais, ao perceberem a chegada da guarnição, os trabalhadores da carvoaria fugiram em direção à mata e ninguém foi preso.

Vale lembrar que há exatamente um mês, os agentes da Ambiental já haviam encontrado uma outra carvoaria clandestina no bairro Capivari em Duque de Caxias. Desta vez, uma denúncia anônima teria levado os policiais até o local, e lá foram apreendidos materiais utilizados para produção do carvão e ainda, uma motocicleta. Ninguém preso.

Ambas ocorrências foram encaminhadas apara a 60ª DP, que fica em Campos Elíseos.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade

1325

Continue lendo

Policial

Estudante é presa por suspeita de se passar por biomédica

Sem formação, ela se apresentava como biomédica em suas redes sociais.

Publicado

em

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Agentes da Delegacia Especial de Crimes Contra o Consumidor (Decon) prenderam uma mulher que foi identificada como Jéssica, que está sendo acusada de estar realizando procedimentos estéticos sem a devida formação. Sua prisão aconteceu nesta quarta-feira (23) em Botafogo, Zona Sul do Rio.

Segundo os agentes, a acusada ainda é estudante de biomedicina estética e estaria no primeiro período do curso. Ela foi localizada e detida atendendo em um imóvel situado nos fundos de uma loja de vendas de motos, onde não havia licença de funcionamento no ramo de estética ou mesmo autorização junto à Vigilância Sanitária. No local, que estaria funcionando há cerca de um mês, foram apreendidos vários medicamentos e produtos fora da validade. Anteriormente, ela estaria atendendo em um outro endereço em Ipanema, também Zona Sul do Rio.

Informações dão conta ainda de que a investigada se apresenta como biomédica em suas redes sociais e ela teria feito um procedimento em uma cliente para “trincar a barrica” em outubro deste ano. Porém, o procedimento não teria tido sucesso, o que acabou causando lesões no abdômen desta cliente, que a por sua vez, a denunciou.

Presa em flagrante, a estudante de biomedicina pagou a fiança, foi liberada e responderá em liberdade por crime contra as relações de consumo e por exercício ilegal da profissão de biomédica.

 

Inscreva-se em nosso canal do YouTube

 

1325

Continue lendo

Policial

Filho do Ex-governador Sérgio Cabral é alvo de operação da Polícia Federal

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira (23), agentes federais cumpriram cerca de 25 mandados de prisão preventiva e 50 de busca e apreensão na Capital e na Baixada Fluminense.

Segundo informações, José Eduardo Cabral, que é filho do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, está sendo alvo da Operação denominada “Smoke Free” da Polícia Federal. Esta operação tem como mira uma suposta organização criminosa especializada no comércio ilegal de cigarros. A Polícia Federal afirma que policiais militares, bombeiros e um ainda um agente federal fazem parte da tal organização criminosa.

Ouça a reportagem abaixo:

Segundo informações, o ex-governador que foi pego na Operação Lava Jato em 2016 e atualmente está preso e cumpre pena no Batalhão Especial Prisional (BEP), após receber a notícia sobre o filho, sentiu-se mal e chegou a desmaiar na cela, tendo de ser atendido na unidade de saúde.

Atualização

Informações dão conta de que na tarde desta quinta-feira (24), José Eduardo Cabral, Filho do ex-governador Sérgio Cabral teria procurado a sede da Polícia Federal que fica na Praça Mauá e se apresentado.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade

 

1325

Continue lendo

Destaque