Conecte-se Conosco

Outros Estados

Morre aos 53 anos, Guilherme de Pádua, que em 92, assassinou Daniella Perez

Após cumprir pena, se tornou pastor e sofreu um enfarto em sua própria casa, após um culto.

Publicado

em

Morreu na noite deste domingo (6), Guilherme de Pádua, aos 53 anos, vítima de um enfarto, e em sua residência. A notícia foi dada em uma live pelo líder da Igreja Batista de Lagoinha, pastor Márcio Valadão.

Guilherme de Pádua era ator da Globo e ficou mais conhecido por ter assassinado brutalmente em dezembro de 1992, Daniella Perez, com quem atuava e fazia um par romântico na novela ” De Corpo e Alma”. A atriz assassinada era filha da própria autora da novela, Daniela Perez. Com isso, o ator foi condenado a 19 anos por homicídio qualificado. Porém, Pádua cumpriu um terço de sua pena, sendo solto em outubro de 1999.

Paula Thomaz, que era esposa do ator na época do crime, acabou também sendo acusada de cumplicidade, sendo condenada a 18 anos e seis meses. Ela cumpriu um sexto da pena, sendo liberada por bom comportamento. Guilherme e Paula tiveram um filho em 1993 e se divorciaram em 1994.

Nascido em Belo Horizonte, Guilherme de Pádua foi casado quatro vezes. Com Juliana de Assis Lacerda (de 2017 a 2022), Paula Maia (de 2006 a 2014), Paula Nogueira Thomaz (de 1992 a 1994). Após ser solto, Pádua se converteu e se tornou evangélico, e com o passar do tempo, pastor. Ele atuava como tal na Igreja Batista de Lagoinha, também em Belo Horizonte, desde 2017, e tinha atualmente como missão pastoral, um grupo ministerial chamado “Recomeço”, que acompanha pessoas que estiveram encarceradas. Toda a igreja e seus acolhidos reconheceram o sua mudança.

O corpo de Guilherme de Pádua será sepultado no Cemitério da Colina em Belo Horizonte. Ele deixa um filho.

Atualização

Foi enterrado no início da tarde desta segunda-feira (7), o corpo do ator Guilherme de Pádua, no Cemitério da Colina, que fica no Bairro Nova Cintra, Região Oeste de Belo Horizonte. Segundo informações, dezenas de pessoas acompanharam o sepultamento. Na maioria destas pessoas, familiares e amigos de igreja.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade.

IGA – INSTITUTO GASTRONÔMICO DAS AMÉRICAS – MATRÍCULAS ABERTAS

28

Outros Estados

Homem é preso acusado de instalar câmera em tomada de banheiro de imóvel alugado

Publicado

em

Um homem acabou sendo preso, acusado de ter instalado uma câmera em uma tomada de um banheiro do imóvel que teria alugado para uma família. Este fato ocorreu na última sexta-feira (19), na cidade de Anápolis, em Goiás.

Segundo informações, este homem, identificado como sendo Francismar Fernandes da Silva, um empresário de 36 anos, teria instalado o equipamento para gravar cenas intimas da família no banheiro, que é composta também por uma criança e uma adolescente de 16 anos.

Equipamento instalado na tomada em direção ao chuveiro. Foto: Polícia Civil/Divulgação.

De acordo com as vítimas, em uma certa oportunidade, o empresário teria pedido para pegar um objeto que ele havia deixado no interior do imóvel, e pediu para utilizar o banheiro. Desconfiada do comportamento do empresário, a adolescente teria feito uma inspeção no cômodo, foi quando encontrou o tal equipamento estrategicamente instalado na tomada, que fica bem de frente ao chuveiro, ou seja, para registrar o banho dos usuários da residência.

Para a Polícia, foi neste momento que o empresário teria efetuado a instalação da câmera na tomada, que transmitia em tempo real e armazenava as imagens. Ainda segundo a Polícia, o empresário trabalha no ramo de instalação de equipamentos de energia solar, o que possibilita a hipótese de que ele pode ter instalado câmeras também em outras residências durante prestações dos seus serviços. Ouça a reportagem:

Até o momento desta postagem, não há previsão sobre o resultados das perícias, mas, segundo as autoridades, a princípio, o empresário está sendo indiciado pelos crimes de invasão de domicílio e registro de imagens intimas que envolvem crianças e adolescentes. E caso ele tenha compartilhado estes conteúdos gravados, poderá responder por mais crimes.

 

28

Continue lendo

São Paulo

Policial civil de SP será investigado por agredir violentamente advogado

Publicado

em

Um investigador da Polícia Civil agrediu violentamente um advogado com cabeçada, chutes, socos, tapas, empurrões e xingamentos. O caso aconteceu diante da testemunhas na tarde desta última quarta-feira (5) na cidade de Batatais, que fica no interior de São Paulo.

 

Os fatos

De acordo com apurações, um homem, que já se encontrava detido, estava sendo acusado de ter subtraído peças de veículos que estavam apreendidos em um depósito da delegacia da cidade. Um policial Civil teria tentado entrar na casa do acusado, e foi interpelado pelo seu advogado se havia um mandado judicial de busca e apreensão para que os policiais pudessem entrar na casa. Indignado com o tal questionamento, o policial teria partido para cima do advogado com extrema violência, como mostram as imagens, que foram gravadas por testemunhas no próprio local:

Os envolvidos

Após o ataque, o advogado, identificado com sendo Lucas Lima Roberto, recebeu atendimento médico. Em seguida, procurou uma delegacia e registrou queixa contar o policial agressor e fez também exame de corpo de delito.

Já o policial agressor, identificado como sendo o investigador Leonardo Tofeti, deve responder por lesão corporal e abuso de poder. A Corregedoria também investigará o caso. Há um grande risco de sua exclusão. É possível que o investigador ainda tenha que pagar ao agredido algum tipo de indenização por danos morais e materiais, pois na confusão, o celular do agredido foi avariado. O caso corre em segredo de justiça.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade.

Cursos Simone Lopes Escola de Beleza – Duque de Caxias
São vários cursos no segmento da beleza à sua escolha.
“A oportunidade de decidir a sua vida profissional e financeira”.

Telefone:
(21) 98415-6323
Ou acesse o site:
simoneloppez.com.br

 

tivemos aqui 28 visitas hoje.

Continue lendo

Outros Estados

Sem habilitação, um rapaz desobedece a ordem de parada e atropela policial

O rapaz se apresentou com advogado e o pai. O pai também responderá por permitir um não habilitado conduzir o seu veículo.

Publicado

em

Um agente da Polícia Rodoviária Federal acabou sendo atropelado por um condutor que não obedeceu a uma ordem de parada. O fato aconteceu neste sábado (4), em frente a um posto da PRF na Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300) em Cabreúva, interior de São Paulo.

Segundo informações, quem dirigia o veículo, uma Fiat Uno, era um rapaz de 23 anos e que não tinha habilitação. Após o atropelamento, o motorista evadiu-se do local. O agente atingido teve fratura em um dos braços e luxação em um dos tornozelos. Ele foi socorrido e levado a um hospital da região, já teve alta e se recupera em casa.

Ainda segundo informações, o atropelador se apresentou espontaneamente às autoridades nesta segunda-feira (6). Ele foi acompanhado de um advogado e também seu pai. O rapaz vai responder em liberdade por tentativa de homicídio, resistência e por dirigir sem habilitação. Já o seu pai, que é dono do veículo também responderá por ter permitido que uma pessoa não habilitada conduzisse seu veículo.

Com a força do impacto do atropelamento, a Fiat Uno teve parte do para-choque avariado. Ela está apreendida e passará por perícia.


Continue lendo
Propaganda

Destaque