Conecte-se Conosco

Cultura

Divulgado pela Secretaria de Cultura de Duque de Caxias o edital da 1ª edição de fomento da Lei Aldair Blanc de apoio à cultura

Publicado

em

A Prefeitura de Duque de Caxias/RJ, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, através da Comissão Gestora do Fundo de Cultura, torna-se Público, divulga o edital do Processo Seletivo, mediante Chamada Pública, para a 1ª edição de Fomento da Lei Aldir Blanc de Apoio à Cultura no município. O Edital visa atender a Lei Federal 14.017/2020 (artigo III) e busca minimizar as consequências da pandemia (COVID-19) no setor cultural. Pois, os profissionais da cultura foram os mais afetados pela pandemia e necessitam de auxílio de forma prioritária.

A Chamada Pública da 1ª Edição de Fomento da Lei Aldir Blanc tem como objetivo selecionar e premiar produção cultural inédita, realizada por pesquisadores, técnicos culturais, artistas, coletivos, núcleos, grupos, produtores, agentes culturais e educadores culturais, que auxiliam e realizam atividades voltadas às linguagens circenses, teatral, de dança, música, artes plásticas, design, moda e outras linguagens artísticas, promovendo cultura e economia criativa, como principal agente de transformação social e enriquecimento cultural.

O Edital visa atender a Lei Federal 14.017/2020 (artigo III) e busca minimizar as consequências da pandemia (COVID-19) no setor cultural. Pois, os profissionais da cultura foram os mais afetados pela pandemia e necessitam de auxílio de forma prioritária. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo entende a necessidade urgente de executar os recursos disponibilizados pela Lei Federal, para tanto, envolveu todo o Setor Cultural do Município, com a participação direta do Grupo de Trabalho da Lei Aldir Blanc/Duque de Caxias, eleito pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais, de forma democrática e participativa na construção deste edital.

CRONOGRAMA PREVISTO:
• Início das Inscrições: 30/11/2020
• Término das Inscrições: 06/12/2020 até 23:59hs
• Prazo para Impugnação do Edital: 30/11/2020, até 23:59hs
• Avaliação das inscrições (habilitação/classificação/seleção): do dia, 07/12/2020 ao dia, 09/12/2020
• Publicação do resultado preliminar: 10/12/2020 até as 23:59hs
• Interposição de Recursos: dia 11/12/2020 até as 23:59hs
• Análise dos Recursos interposto: dia, 14/12/2020
• Publicação do Resultado dos recursos e resultado final: 15/12/2020 até as 23:59hs
Será Publicada em portaria os prazos abaixo, com as datas específicas:
• Realização, prestação de contas e envio dos produtos, em até 120 dias após o recebimento dos recursos (valores);
• Aprovação da prestação de contas: até 30 dias, a partir do envio da prestação de contas, 150 dias a depender da data do envio do produto e prestação de contas;
• Prazo para o repasse do recurso (valores): 05 dias a depender da data de validação da prestação de contas.

Acesse o link para ter acesso ao Edital em sua íntegra:
https://culturaduquedecaxias.com.br/edital-fomemto.html

Em caso de dúvidas, enviar e-mail para: <cultura.juridico@gmail.com>

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal de Duque de Caxias


Apoio Cultural:

139

Continue lendo

Cultura

Semana Nacional de Trânsito terá ação promovida pela Secretaria de Segurança Pública de nossa cidade

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Segurança Pública de Duque de Caxias promove, na próxima quinta-feira (23/09), uma ação sobre a Semana Nacional de Trânsito. A atividade vai acontecer a partir das 9h, na Praça do Pacificador, no centro da cidade. A campanha quer alertar a sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, em todo o mundo.

 

Neste ano, o tema da campanha é “Eu Pratico Um Trânsito Seguro”, que além de conscientizar os motoristas, passageiros, motociclistas, ciclistas e pedestres para a redução de acidentes, destaca também que a responsabilidade e os cuidados no trânsito é um dever de todos. Durante a ação, os agentes chamarão a atenção da população que circula na área para aderir à campanha, com abordagem, distribuição de folhetos informativos e adesivação dos carros, unindo forças para um trânsito mais seguro no município.

 

A atividade conta com o apoio e a presença da Guarda Municipal, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.

Serviço:
Semana Nacional de Trânsito
Data: 23/09
Horário: 9h às 12h
Local: Praça do Pacificador

 


P U P L I C I D A D E

139

Continue lendo

Cultura

Marinheiro João Cândido é pauta de encontro de grupos de Belford Roxo

Café no Ponto da ComCausa com Kafango Verde.

Publicado

em

No próximo dia 8 de julho, o Kafango Verde promoverá, junto com a ComCausa, um Café no Ponto para relançar suas atividades em Belford Roxo.

No encontro será simbolicamente lançado o ‘Cine Kafango’ que terá exibição de vídeos sobre João Cândido. Além deste, o Kafango Verde dará o nome “Marinheiro João Cândido” para a nova turma de jovens do curso de mergulho.

A escolha das temáticas sobre o marinheiro João Cândido, conhecido como herói da Revolta da Chibata, foi por este ser uma figura histórica se radicou na Baixada Fluminense e que teve uma grande importância pela luta de direitos, principalmente dos praças da Marinha Brasileira.

Por esse motivo, o Kafango Verde decide se aliar ao movimento pelo resgate da história de João Cândido, juntando forças com as instituições que estão no movimento pela implantação do Museu João Cândido na Baixada Fluminense, especificamente no Morro do Embaixador em São João de Meriti, cidade vizinha à Belford Roxo.

A atividade será na sede da instituição – Rua Baraúna 43 – Piam, Belford Roxo/RJ -, na quinta-feira 8 de julho – a partir das 19 horas e será aberta à população por meio do contato feito através do WhatsApp da ComCausa 21 99836 4573.


139

Continue lendo

Cultura

Dom Adriano é marco de retorno do projeto Memória e História da ComCausa nesta quinta, dia 06

Publicado

em

Com o tema “Dom Adriano Hypólito, a história e a memória de luta por direitos humanos na Baixada Fluminense”, a ComCausa promoverá um DebatePapo Virtual para retormar o projeto.

A ComCausa promoveu várias atividades ligadas a iniciativa de memória e verdade no período de criação da Comissões Nacional da Verdade. Forma mais de cinquenta atividades entre 2012 e 2015 que foram diretamente articuladas pela ComCausa ou em parceria com instituições e o poder público.

Diante do notório posicionamento do governo brasileiro em legitimar a ditadura civil-militar no Brasil, a ComCausa decidiu reativar projeto Memória e Verdade para promover a reflexão sobre este momento. O projeto focava em ações de resgate histórico das violações do Estado Brasileiro, mas agora será ampliado para ‘Memória, História e Verdade’, buscando enfatizar os movimentos de resistência diante da violência estatal promovida contra os próprios brasileiros. O projeto será agora coordenado Peter Sana, que é Professor é professor da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro – Seeduc, formado em história, filosofia, pós graduado em sociologia, mestre em educação e doutor em história social.

Segundo Peter Sana: “Baixada é marcada historicamente pela pobreza, descaso das autoridades políticas e negligência dos órgãos de segurança pública, e por isso a violência sempre foi tão latente na realidade dos moradores da região. Para tanto, em sua trajetória no bispado em Nova Iguaçu, Dom Adriano buscou reunir diversos recursos para combater a violência, que já se tornava intensamente presente na realidade do morador da Baixada a partir da metade do século passado”, enfatiza Peter ao expor a retomada com a figura do Ex-Bispo de Nova Iguaçu – “Juntamente com a participação de especialistas em História e Memória da Baixada Fluminense, retomam o projeto que busca viabilizar documentos e memórias relativas à trajetória de histórias como as de Dom Adriano e os movimentos sociais da Baixada Fluminense. Neste primeiro momento, o legado de lutas por direitos humanos deixado pelo falecido bispo da Diocese de Nova Iguaçu será rememorado e resgatado para que juntos possamos promover a reconstrução da identidade de luta do morador da Baixada”.

Além da própria figura do Bispo, será abordado a Comissão de Justiça e Paz, inaugurada em 1976 por iniciativa de Dom Adriano, movimento que “reuniu esforços da Igreja e dos movimentos que integravam o complexo de resistência da região, e o objetivo era defender a população mais vulnerável que tanto sofreu com desgastes políticos, desigualdades econômicas e marginalidade cultural. Dom Adriano assinou diversos manifestos, assim como desenvolveu em sua escrita um teor crítico que burlava a censura e penetrava no clero, assim como nos fiéis que acessavam seu conteúdo através dos periódicos publicados como A FOLHA, BOLETIM DIOCESANO e INFORMATIVO DIOCESANO, vamos também promover estes conteúdos”. Finaliza Peter: “Vamos com a ComCausa e seus colaboradores buscar juntos elaborar uma série de debates em torno do resgate da memória e da história de luta por direitos humanos na Baixada pautados na figura do bispo Dom Adriano, assim como promover uma gama de documentações que comprovam a riqueza literária, o enfrentamento e a resistência do bispo em relação aos anos de chumbo, durante a ditadura civil-militar-empresarial, um período trágico de nossa história.

O primeiro DebatePapo será na quinta-feira, dia 06 de abril, a partir das 20 horas no Facebook da ComCausa – com a participação do jornalista Artur Messias.


139

Continue lendo
Propaganda

Destaque