Conecte-se Conosco

Cultura

Divulgado pela Secretaria de Cultura de Duque de Caxias o edital da 1ª edição de fomento da Lei Aldair Blanc de apoio à cultura

Publicado

em

A Prefeitura de Duque de Caxias/RJ, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, através da Comissão Gestora do Fundo de Cultura, torna-se Público, divulga o edital do Processo Seletivo, mediante Chamada Pública, para a 1ª edição de Fomento da Lei Aldir Blanc de Apoio à Cultura no município. O Edital visa atender a Lei Federal 14.017/2020 (artigo III) e busca minimizar as consequências da pandemia (COVID-19) no setor cultural. Pois, os profissionais da cultura foram os mais afetados pela pandemia e necessitam de auxílio de forma prioritária.

A Chamada Pública da 1ª Edição de Fomento da Lei Aldir Blanc tem como objetivo selecionar e premiar produção cultural inédita, realizada por pesquisadores, técnicos culturais, artistas, coletivos, núcleos, grupos, produtores, agentes culturais e educadores culturais, que auxiliam e realizam atividades voltadas às linguagens circenses, teatral, de dança, música, artes plásticas, design, moda e outras linguagens artísticas, promovendo cultura e economia criativa, como principal agente de transformação social e enriquecimento cultural.

O Edital visa atender a Lei Federal 14.017/2020 (artigo III) e busca minimizar as consequências da pandemia (COVID-19) no setor cultural. Pois, os profissionais da cultura foram os mais afetados pela pandemia e necessitam de auxílio de forma prioritária. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo entende a necessidade urgente de executar os recursos disponibilizados pela Lei Federal, para tanto, envolveu todo o Setor Cultural do Município, com a participação direta do Grupo de Trabalho da Lei Aldir Blanc/Duque de Caxias, eleito pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais, de forma democrática e participativa na construção deste edital.

CRONOGRAMA PREVISTO:
• Início das Inscrições: 30/11/2020
• Término das Inscrições: 06/12/2020 até 23:59hs
• Prazo para Impugnação do Edital: 30/11/2020, até 23:59hs
• Avaliação das inscrições (habilitação/classificação/seleção): do dia, 07/12/2020 ao dia, 09/12/2020
• Publicação do resultado preliminar: 10/12/2020 até as 23:59hs
• Interposição de Recursos: dia 11/12/2020 até as 23:59hs
• Análise dos Recursos interposto: dia, 14/12/2020
• Publicação do Resultado dos recursos e resultado final: 15/12/2020 até as 23:59hs
Será Publicada em portaria os prazos abaixo, com as datas específicas:
• Realização, prestação de contas e envio dos produtos, em até 120 dias após o recebimento dos recursos (valores);
• Aprovação da prestação de contas: até 30 dias, a partir do envio da prestação de contas, 150 dias a depender da data do envio do produto e prestação de contas;
• Prazo para o repasse do recurso (valores): 05 dias a depender da data de validação da prestação de contas.

Acesse o link para ter acesso ao Edital em sua íntegra:
https://culturaduquedecaxias.com.br/edital-fomemto.html

Em caso de dúvidas, enviar e-mail para: <cultura.juridico@gmail.com>

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal de Duque de Caxias


Apoio Cultural:

107

Continue lendo

Cultura

Dom Adriano é marco de retorno do projeto Memória e História da ComCausa nesta quinta, dia 06

Publicado

em

De

Com o tema “Dom Adriano Hypólito, a história e a memória de luta por direitos humanos na Baixada Fluminense”, a ComCausa promoverá um DebatePapo Virtual para retormar o projeto.

A ComCausa promoveu várias atividades ligadas a iniciativa de memória e verdade no período de criação da Comissões Nacional da Verdade. Forma mais de cinquenta atividades entre 2012 e 2015 que foram diretamente articuladas pela ComCausa ou em parceria com instituições e o poder público.

Diante do notório posicionamento do governo brasileiro em legitimar a ditadura civil-militar no Brasil, a ComCausa decidiu reativar projeto Memória e Verdade para promover a reflexão sobre este momento. O projeto focava em ações de resgate histórico das violações do Estado Brasileiro, mas agora será ampliado para ‘Memória, História e Verdade’, buscando enfatizar os movimentos de resistência diante da violência estatal promovida contra os próprios brasileiros. O projeto será agora coordenado Peter Sana, que é Professor é professor da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro – Seeduc, formado em história, filosofia, pós graduado em sociologia, mestre em educação e doutor em história social.

Segundo Peter Sana: “Baixada é marcada historicamente pela pobreza, descaso das autoridades políticas e negligência dos órgãos de segurança pública, e por isso a violência sempre foi tão latente na realidade dos moradores da região. Para tanto, em sua trajetória no bispado em Nova Iguaçu, Dom Adriano buscou reunir diversos recursos para combater a violência, que já se tornava intensamente presente na realidade do morador da Baixada a partir da metade do século passado”, enfatiza Peter ao expor a retomada com a figura do Ex-Bispo de Nova Iguaçu – “Juntamente com a participação de especialistas em História e Memória da Baixada Fluminense, retomam o projeto que busca viabilizar documentos e memórias relativas à trajetória de histórias como as de Dom Adriano e os movimentos sociais da Baixada Fluminense. Neste primeiro momento, o legado de lutas por direitos humanos deixado pelo falecido bispo da Diocese de Nova Iguaçu será rememorado e resgatado para que juntos possamos promover a reconstrução da identidade de luta do morador da Baixada”.

Além da própria figura do Bispo, será abordado a Comissão de Justiça e Paz, inaugurada em 1976 por iniciativa de Dom Adriano, movimento que “reuniu esforços da Igreja e dos movimentos que integravam o complexo de resistência da região, e o objetivo era defender a população mais vulnerável que tanto sofreu com desgastes políticos, desigualdades econômicas e marginalidade cultural. Dom Adriano assinou diversos manifestos, assim como desenvolveu em sua escrita um teor crítico que burlava a censura e penetrava no clero, assim como nos fiéis que acessavam seu conteúdo através dos periódicos publicados como A FOLHA, BOLETIM DIOCESANO e INFORMATIVO DIOCESANO, vamos também promover estes conteúdos”. Finaliza Peter: “Vamos com a ComCausa e seus colaboradores buscar juntos elaborar uma série de debates em torno do resgate da memória e da história de luta por direitos humanos na Baixada pautados na figura do bispo Dom Adriano, assim como promover uma gama de documentações que comprovam a riqueza literária, o enfrentamento e a resistência do bispo em relação aos anos de chumbo, durante a ditadura civil-militar-empresarial, um período trágico de nossa história.

O primeiro DebatePapo será na quinta-feira, dia 06 de abril, a partir das 20 horas no Facebook da ComCausa – com a participação do jornalista Artur Messias.


107

Continue lendo

Cultura

ET de Varginha completa 25 anos terrestres

Em 20 de janeiro de 1996, recebemos uma visita ilustre: O ET de Varginha

Publicado

em

De

Foto: RedemaisTV

O ET, provavelmente mais conhecido do mundo, passou por aqui há exatos 25 anos.
Esta visita aconteceu em 20 de janeiro de 1996 na cidade de Varginha-MG, e por isso este personagem ficou conhecido como “ET de Varginha”.

Há muitas dúvidas neste caso, até porque não temos comprovação científica, e o que temos são apenas relatos. Bem convincentes, porém, somente relatos.

“Reza a lenda” que em uma tarde, as jovens Kátia, Liliane e Valquíria caminhavam pelas ruas do bairro Jardim Andere, que fica próximo ao Centro da cidade de Varginha, no Sul de Minas Gerais. Até que resolveram “pegar um atalho”, passando por um terreno sem construção, quando de repente, se depararam com uma criatura estranha.

Segundo os relatos das jovens, a criatura tinha braços, pernas, com cabeça grande com 3 chifres, enormes olhos e vermelhos, magra, pele marrom e com os pés em forma de “v”. Elas contam ainda que a criatura parecia estar tremula de medo e possivelmente ferida.

Há muito misticismo e versões sobre este caso ainda sem elucidação. No vídeo, poderemos conhecer um pouco mais sobre este “nobre e incompreendido visitante galáctico-mineiro”!


107

Continue lendo

Cultura

Futebol, Paixão e Política – Flamengo e Copas do Mundo, do duque-caxiense Teones França

Doutor em história, Teones se tornou flamenguista em 1978, ao assistir o gol de Rondinelli contra o Vasco.

Publicado

em

De

Foto: Transmissão/Duquecaxiensetv.com

Futebol, paixão e política – Flamengo e Copas do Mundo, de Teones França, conta com apresentação de Washington Rodrigues (o Apolinho) e depoimentos de Zico, Júlio César, Adílio e Nunes no prefácio.

O livro possui três capítulos, que podem ser lidos de maneira independente. No primeiro procura-se destacar os principais aspectos e participantes dos três primeiros tri-estaduais conquistados pelo Rubro-Negro nas décadas de 1940, 1950 e 1970, momento em que esses campeonatos eram prioridade para todos os times do futebol brasileiros, e no qual foram construídas a identidade do clube, características que o acompanham até hoje, de time de raça, de massa e que se supera nos confrontos decisivo.

O segundo não trata do Flamengo, mas das Copas do Mundo e sua relação direta com a política. Por fim, o terceiro capítulo traz alguns dos principais confrontos do time da Gávea contra seus principais rivais no Rio, além de Corinthians, Atlético Mineiro e Seleção Brasileira, no qual momentos marcantes dos mais de cem anos da história do clube são destacados.

Vale a pena conferir mais esta obra, e ela está disponível no Mercado Livre ou diretamente com o autor.


107

Continue lendo
Propaganda

Destaque