Conecte-se Conosco

Policial

Apontado como chefe de quadrilha de roubo a bancos é preso em Duque de Caxias

Preso na Prainha, ele foi reconhecido em outros assaltos.

Publicado

em

Momento da prisão de Doce pelos agentes. Foto: Divulgação - Polícia Civil

Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam nesta sexta-feira (7), Rafael Alexandre Pereira da Silva, vulgo Doce. Ele é apontado como sendo chefe de uma quadrilha responsável por pelo menos seis ações contra agências bancárias do Centro e Zonas Norte e Oeste do Rio.

Doce foi preso na favela da Prainha em Duque de Caxias, e no momento de sua prisão, usava a mesma camisa em que aparece em gravações de circuito de segurança de locais onde o bando teria agido. Ele também foi reconhecido em outros quatro assaltos.

Atualizações

De acordo com as investigações da DRF, o bando tinha uma maneira específica de ação que funcionava da seguinte forma: Na agência alvo da quadrilha, uma mulher que integrava o bando entrava no estabelecimento se passando por cliente, circulava pelo local e colhia informações necessárias para a ação, como por exemplo, número de vigilantes e suas posições. Por meio de aplicativo de mensagens, passava as tais informações para o restante do bando. Na sequência, dois outros criminosos entravam nas agências, que para não acionarem os alarmes dos detectores de metais das portas giratórias, usavam réplicas de armas de fogo. Em momento oportuno e rendiam os vigilantes e tomavam suas armas. Após renderem os seguranças, Doce entrava na agência e levava sempre mochilas e bolsas para recolher o dinheiro. O bando também identificava o gerente e dava a ordem para que ele abrisse o cofre, e todo o valor era recolhido. Geralmente, do lado de fora da agência outros dois comparsas em motocicletas, armados e com coletes a prova de balas davam cobertura ao bando.

No início de julho deste ano, o bando tentou assaltar uma agência bancária em Ramos, que fica na Zona Norte do Rio. Porém, com a reação de um dos vigilantes os criminosos não obtiveram sucesso. Na ação, houve troca de tiros e um homem identificado como Jhonson Luis e suspeito de participar da quadrilha de assaltantes acabou sendo atingido por um disparo. Jhonsom foi a óbito dias depois no hospital em que foi socorrido, e segundo a Polícia Civil, ele tinha várias anotações por tráfico de drogas e também por roubo.

As investigações também dão conta de que as ações seriam eram orquestradas por criminosos da favela da Fazendinha, localizada no Complexo do Alemão. Ali, o bando se reunia e partia para as execuções das ações criminosas.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade.
Curso de Extensão de Cílios. 24 e 31 de outubro e 7 de novembro – Grande imersão de muito conhecimento. Reserve já a sua vaga.

32

Policial

Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente fecha carvoaria clandestina na reserva de Tinguá

Publicado

em

Os agentes destruíram os fornos. Fotos: Divulgação.

Uma ação conjunta entre a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), o Instituto Estadual do Meio Ambiente (Inea) e a Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Seas), resultou no fechamento de uma carvoaria clandestina que estava em funcionamento na Reserva Biológica do Tingá, localizada em uma área de mata do Município de Duque de Caxias-RJ. Esta ação foi realizada na manhã desta terça-feira (20) após denúncia anônima e cinco pessoas que trabalhavam na carvoaria foram encaminhadas à especializada.

Segundo informações, com a chegada dos agentes, foi constatado que a carvoaria estava em pleno funcionamento. No local haviam oito fornos. Cinco deles estavam acesos, e produziam carvão à partir da madeira que estava sendo extraída da natureza de forma ilegal. Foram encontrados ainda vários sacos de carvão sem marca ou qualquer outro tipo de identificação e prontos para a comercialização. Os cinco trabalhadores da carvoaria não utilizavam nenhum equipamento de proteção, e nem mesmo tinham registro trabalhista.

Os agentes destruíram os fornos e a estrutura funcional da carvoaria. De acordo com a especializada, os que trabalhavam na carvoaria e que foram pegos em flagrante, responderão por crimes de associação criminosa, poluição atmosférica, produção clandestina de carvão, destruição do meio ambiente e uso de recurso mineral sem licenciamento.

As investigações continuarão para identificar outros possíveis envolvidos, bem como os que adquiriram o carvão, que é de procedência ilegal.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade.

Oficina do Implante – Diana Implantista

Cabelos naturais e orgânicos – Envio para todo o Brasil

Shopping Caxias – Loja 11 Quadra 04
Telefone: (21) 99734-3985

 

32

Continue lendo

Policial

Polícia investiga grupo suspeito de produzir e comercializar suplementos falsificados

Publicado

em

Uma farmácia foi interditada em Duque de Caxias. Foto: Polícia Civil/Divulgação.

Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) cumpriu nesta terça feira (20) cerca de 13 mandados de busca e apreensão no Rio, Baixada e Região dos Lagos, e o alvo da operação foi um grupo suspeito de produzir e comercializar suplementos alimentares falsificados. Estes produtos prometiam a cura para a surdez, a catarata e a cegueira, e tinha em suas composições, óleo de cozinha em vez do ômega-3. A ação que contou com o apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), fez apreensões, prendeu uma pessoa e interditou uma farmácia em Duque de Caxias.

Os mandados foram cumpridos em Duque de Caxias, Parada de Lucas, na Zona Norte do Rio, em Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos. Houve uma prisão em flagrante, que é a do homem apontado pela polícia como sendo o gerente da organização. Os demais integrantes do grupo investigado não foram encontrados nos endereços indicados nos mandados. Na ação, a polícia apreendeu vasta quantidade dos suplementos falsificado, o maquinário que era usado para a produção, as embalagens, rótulos falsos de marcas conhecidas, celulares, computadores e alguns veículos. Os produtos passarão por perícia para que se saiba a composição real dos suplementos.

Suspeita de óleo de cozinha em vez de ômega-3 na composição. Foto: Polícia Civil/divulgação.

Segundo a Polícia, o grupo produzia os suplementos de forma manual, e sem aparato higiênico. Na composição dos produtos, era adicionado óleo de cozinha, em vez de ômega-3, o que supostamente poderia trazer riscos à saúde de quem viesse a consumir os tais suplementos. O grupo produzia também os rótulos, que imitavam marcas conhecidas do mercado. A quadrilha utilizava o marketing digital para vender os produtos pela internet, e recrutavam também vendedores externos.

As investigações da especializada começaram a partir de denúncias feitas por parte de uma plataforma de vendas on-line do seguimento, em função de várias reclamações registradas de compradores destes suplementos, e que colocavam em xeque a qualidade e a procedência dos produtos adquiridos. Além disso, pelas redes sociais, os envolvidos no esquema constantemente ostentavam viagens, carros de luxo, imóveis de padrão elevado e grandes ganhos financeiros, que que também chamou a atenção dos investigadores.

Provavelmente, os envolvidos responderão por associação criminosa e também por crimes contra a saúde pública e contra o consumidor. As investigações e as buscas pelos envolvidos continuarão.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade.

Oficina do Implante – Diana Implantista

Cabelos naturais e orgânicos – Envio para todo o Brasil

Shopping Caxias – Loja 11 Quadra 04
Telefone: (21) 99734-3985

 

32

Continue lendo

Policial

Homem é flagrado com veículo roubado e abandona família para fugir da polícia

Publicado

em

O veículo que era roubado, foi recuperado pelos agentes. Foto: PRF/Divulgação.

Em patrulhamento na noite deste sábado (17) pela Rodovia Washington Luiz (BR-040), na altura de Duque de Caxias, equipes do Núcleo de Operações Especiais (NOE) da Polícia Rodoviária Federal avistaram um veículo que trafegava de forma suspeita. Os agentes deram ordem de parada, mas o condutor não acatou a tal ordem, o que deu início a uma intensa perseguição em alta velocidade.

Percebendo que seria alcançado pelos policiais, o condutor em fuga resolveu parar o seu veículo, e para a surpresa de todos, evadiu-se pulando a cerca de divide as pistas, deixando pra trás sua sua mãe, sua esposa e seus quatro filhos dentro do carro.

Na averiguação, foi constatado que o veículo era roubado. As mulheres foram conduzidas para a 59ªDP, onde foi lavrada a ocorrência. Segundo informações, elas alegam que não sabiam que o carro era roubado. Até o momento desta postagem, o fugitivo ainda não tinha sido localizado e preso.

 

Prestigie o comércio local de nossa cidade.

Clínica Odontológica Doutora Ana e Doutor Elenilson:
“Um casal de Dentistas e sua equipe, para cuidar de sua saúde bucal e da sua família”.

Rua Genaro Lomba, 125 – Centro de Duque de Caxias.
Próximo ao Supermercado Guanabara

(21) 2673-4945 – Fixo – (21) 97349-5813 – WhatsApp.

 

32

Continue lendo
Propaganda

Destaque